céu

Eu pensei se era o que eu estava vendo, quando soube o que era firmamento. Imagino se esse tudo é uma imensidão repleta de cor pura e que muda a cada instante que a luz dura, ou se é apenas um vazio de estrelas.

E as constelações são luzes em canto nenhum? Ou faróis de mortos, de longes ou até de nada e o mundo as toma por guia em cada estrada? Tantas colheitas e mares… Talvez o plano do Céu fosse seduzir o mundo assim, com pequenos segredos e levá-lo (trazê-lo?) ao fim. E se a luz que as estrelas emanaram de um tempo tão distante não fizerem com que estejamos todos orgulhosos do progresso e presos no passado?

Nuvens são condensação de céu ou de água? O ar é feito de céu ou a abobada celestial se firmou em gás? Se o efeito dessa base etérea é o nada que o céu faz? Mas e os raios? Costuram o firmamento de energia pra ele não escapar? Acho que não. Nada parece ser mais libertador do que o alto. Mas os raios devem saber algo que só quem mora conhece, porque descem ao chão na primeira chance com a fúria de trovões, num desejo de ter firme ou na angústia de ser livre.

E toda oração de silêncio e voz que se ergue para que a fé tome o que é forte e leve, nesse caminho de aviões e de preces. Pergunto se existe um Céu além do céu, onde moram os anjos e julgam-se réus.

Também não sei se ir acima das nuvens é estar em algum lugar. Se o voo do homem é estar no céu ou em um aeroplano e se o contato da pele é ar ou alcançar. A montanha, que é chão, e vence o mais ordinário horizonte, é céu? Chegar ao topo e ver firmamentos diferentes desafia vários homens. Mas, se a profundeza do azul é tão perto do pico mais alto quando no nível do mar, é certo querer sempre subir mais para aproximar?

Se o céu é ar, é o redor. Se é vazio, também. Se não é nada, seria ideia, como já é. Se substantivo, concreto ou abstrato?

Vejo um céu de um azul radiante de sol que só se acinzenta de uma intensa tristeza, mas já chove e devolve um arco-íris a cada olhar. Ainda sem saber se era o que eu estava vendo, eu quis ser a estrela maior e estar sempre no firmamento como seu maior espólio. Ser o calor de todas as manhãs, a luz de todos os momentos e o azul violento do céu dos seus olhos.

Anúncios